quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

Ceir e OAB-PI assinam convênio de bolsa de estudo para paratleta

26/02/2015 por Cláudia Alves

A fim de desenvolver o paradesporto do Centro Integrado de Reabilitação (CEIR), aconteceu,neste quinta-feira (26),uma reunião para firmar parceiras entre instituição e órgão públicos e empresas privadas. 


A parceria do Setor de Reabilitação Desportiva do Ceir com a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI), e um Centro de Ensino Superior (CESVALE) resultou na cessão de uma bolsa integral para uma paratleta.
“A parceria é um case para a Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência da OAB-PI. Não estamos apenas cumprindo o dever de atendimento educacional especializado às pessoas com deficiência, como determinado por lei, mas, dando o primeiro passo e sendo o primeiro exemplo de uma parceria de sucesso”, afirma o presidente da OAB-PI, William Guimarães.


Na ocasião, William convidou a paratleta contemplada pela bolsa de estudo, Naiara Linhares, para integrar e contribuir com a Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência da entidade.
No encontro de parcerias, foi destacado o contrato, já assinado, entre o Setor de Reabilitação Desportiva do Ceir e o Ministério Público do Estado do Piauí (MPE-PI) para a destinação de recursos provenientes da arrecadação de multas aplicadas pelo órgão para o desenvolvimento do paradesporto do Ceir. Os recursos serão aplicados na realização, participação e competição de eventos paradesportivos do Centro. 
Além disso, outras parcerias foram realizadas. A Secretaria Estadual para Inclusão da Pessoa com Deficiência (SEID) e a Fundação Estadual de Esportes (Fundespi) doou passagens para as paratletas do Ceir que irão representar o Piauí no Circuito Caixa Loterias 2015, neste final de semana. E uma empresa privada (NUTRYDIET) doou kits de alimentação para as paratletas da competição e 50 kits de higiene para os pacientes infantis da instituição.
O Supervisor do Setor de Reabilitação Desportiva do Ceir, Childerico Robson, ressalta a importância do encontro. "Este é um momento não só de parceria, mas, principalmente, de reconhecimento do trabalho que realizamos para desenvolver o paradesporto do Ceir e, em consequência, do Piauí", pontua.
Estiveram presentes no encontro o superintendente administrativo e financeiro do Ceir e representante da Associação Reabilitar, organização social sem fins lucrativos que administra o Centro, Walter Oliveira; a presidente e o vice-presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência da OAB-PI, Justina Soares e Gabriel de Sousa, respectivamente; entre outros.  



terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Ceir faz parceria com OAB-PI e Ministério Público para desenvolver paradesporto

 24/02/2015 por Cláudia Alves
 Resultado de imagem para logo de parcerias


 Na próxima quinta-feira (26), às 10h, o Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) firmará parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí (OAB-PI), e o Ministério Público do Estado do Piauí (MPE-PI) a fim de desenvolver o paradesporto do Centro. 
O organizador do evento e coordenador do Setor de Reabilitação Desportiva do Ceir, Childerico Robson, explica: “Há diversos casos em que identificamos pacientes com habilidades extras, superior ao nível de tratamento proposto pelo Centro na Reabilitação Desportiva. Diante disso, sugerimos um treinamento esportivo”, pondera.
Segundo Childerico, o Setor de Reabilitação Desportiva do Ceir já encontrou talentos em potencial e destaca a importância da parceria. “É uma oportunidade muito especial para os nossos paratletas. Com essa e outras parcerias, vamos poder investir e impulsionar o paradesporto, como superação e mostra de resultados do nosso trabalho”, pontua.
Além da OAB-PI e do Ministério Público do Piauí, o evento reunirá a Secretaria Estadual para Inclusão das Pessoas com Deficiência (Seid), membros da Associação Reabilitar, organização social sem fins lucrativos que administra o Ceir, e empresas privadas.(Cesvale,Nutrydiet,Lab Bioanalise,B Melo Filho Ind e Comércio,Body One)

FONTE: www.ceir.org.br

quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Paratletas do Ceir participam da etapa regional do Circuito Caixa 2015, em Recife

10/02/2015 por Cláudia Alves




Superação de desafios. Essa é a palavra chave da rotina dos pacientes com deficiência física do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir). No setor desportivo, a menos de um mês para a primeira etapa do Circuito Caixa Loterias de 2015, os paratletas do Ceir já intensificam os treinos para a competição.
A delegação formada pelas paratletas Nayara Linhares e Ana Kássia embarca para Recife, Pernambuco, no dia 28 de fevereiro, onde acontece a etapa Norte-Nordeste do Circuito, nas modalidades natação e halterofilismo. Juntas, as paratletas somam cerca de 30 medalhas conquistadas em competições regionais e nacionais de natação.
Durante as sessões de reabilitação física no Ceir, foi na natação que Nayara Linhares, de 21 anos, descobriu como lidar com as limitações motoras, sensoriais e cognitivas resultantes de uma Paralisia Cerebral. “A sensação de liberdade que sinto quando estou nadando é única. Além disso, a natação contribui bastante para o desenvolvimento do meu domínio corporal, fortalecendo meus músculos e, principalmente, na minha socialização com as pessoas”, pondera.
Segundo o reabilitador físico do Ceir, Childerico Robson, a participação dos atletas no Circuito tem caráter de experiência e, também, de competição. “Quando identificamos pacientes com habilidades extras, superior ao nível de reabilitação proposta pelo Centro, sugerimos um treinamento esportivo. Nisso, já encontramos muitos talentos e potencialidades e temos aproveitado as oportunidades de demonstrar o resultado de nosso trabalho em competições”, afirma.
Um exemplo de potencial na natação descoberto pelo esporte paraolímpico do Ceir é a paciente Ana Kássia, de 17 anos. A adolescente foi a primeira paciente do Centro a receber uma prótese ortopédica, há cinco anos, e hoje possui o Troféu Carlos Said na categoria de melhor atleta feminino do paradesporto entre suas conquistas no esporte. Quando questionada sobre a carreira de atleta profissional, Ana Kássia responde: “é um sonho que quero seguir”.
Nesta terça-feira (10) é comemorado o Dia Nacional do Atleta Profissional.

FONTE: www.ceir.org.br