terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Capoeira auxilia na reabilitação - TV Assembleia

 
  Apresentação de Capoeira no dia 15/12/12 no espaço Turistico da Ponte Estaiada
 

OBS: VALE RESSALTAR QUE NO TITULO DO VIDEO E NA MATERIA APRESENTADA FOI CITADO EQUIVOCADAMENTE A PALAVRA CAPOTERAPIA, SENDO QUE OFERECEMOS AOS NOSSOS PACIENTES DA REABILITAÇÃO DESPORTIVA A PRATICA DA CAPOEIRA.

Ceir participa do III Intercâmbio Cultural Feminino de Capoeira


 

26/02/2013 por Diego Rodrigues
 
  Durante os dias 07, 08 e 09 de março acontece, na quadra do Sesc Ilhotas, o III Intercâmbio Cultural Feminino de Capoeira. Na ocasião, o grupo de trinta pacientes que pratica capoeira no Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) fará uma roda de capoeira, no sábado, dia 09 de março, às 17 horas.

  Segundo a coordenadora do Intercâmbio, Teresinha de Jesus Lima, o evento contará uma programação diversificada, para todos os gostos e culturas.
“Sempre organizamos o Intercâmbio para promover a diversidade, sem deixar de lado aquilo que mais motiva os capoeiristas, que são as rodas e os treinos”, afirma a professora “Tera”, como é popularmente conhecida.

  O coordenador da Reabilitação Desportiva do Ceir, Childerico Robson, agradeceu o convite feito à equipe de capoeira do Centro para participar do evento.
“Ficamos honrados pelo convite da professora Tera para participarmos do evento. Estamos preparando uma bonita apresentação, que, com certeza, vai emocionar a todos os presentes”, finaliza Childerico.

  No setor de reabilitação desportiva do Ceir, a capoeira é um dos esportes oferecidos aos pacientes em tratamento. Além de fomentar a socialização, autoestima e independência do paciente, a atividade é, também, responsável pelo ganho de agilidade, força muscular e coordenação motora. O projeto é patrocinado pelo Laboratório Bioanálise  (www.bioanalise.com ). As aulas acontecem todas as sextas-feiras, a partir das 10:20 horas, na quadra do Centro.

CONTATOS PARA INFORMAÇÕES SOBRE O EVENTO :
COORDENAÇÃO: Teresinha de Jesus Lima dos Santos. (Profª. Tera)
Contato: (86) 8822-3595 / 3084-0363 / 9430-1619
E-mail: teracapoeira@gmail.com
Facebook: teracapoeira


 

terça-feira, 5 de fevereiro de 2013

Paratletas do Ceir se preparam para competições em 2013

O Centro pretende levar cinco paratletas para o Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação.

Por Glenda Uchôa

Paratletas do Ceir (Foto:Regis Falcão)
  Os paratletas do Centro Integrado de Reabilitação (Ceir) intensificam treinamentos para as competições regionais e nacionais previstas para o ano de 2013. A mais próxima é o Circuito Loterias Caixa de Atletismo, Halterofilismo e Natação, que acontecerá em março deste ano, com sede em Manaus/AM. O Centro pretende levar cinco paratletas para o Circuito.

“Com o apoio do Governo do Estado e do Ceir, já conseguimos que nossos paratletas participassem de importantes campeonatos. Os pacientes dão entrada ao Centro para a reabilitação, mas os que apresentam habilidade e vontade para competição são enquadrados nos treinos. Já descobrimos muitos talentos”, explica o reabilitador físico do Ceir, Childerico Robson.

  Na instituição, cerca de 30 pacientes estão enquadrados nos treinamentos competitivos. A jovem Nayara Linhares, 20 anos, já recebeu alta de todas as terapias e, atualmente, realiza duas horas de treinamentos diários nas piscinas. Ela foi diagnosticada com paralisia cerebral ao nascer, doença que comprometeu o movimento dos membros inferiores.

  Nayara descobriu a habilidade para a natação durante as sessões de reabilitação desportiva no Ceir. Agora, a jovem já acumula medalhas e experiências de vida proporcionadas pela natação. “Quando comecei a nadar não imaginei chegar até aqui e participar de todas essas competições. Hoje em dia me sinto mais forte, mais segura e até mais capaz”, disse.

  A mãe, Gisele Soares, fã número um de Nayara, conta que sempre acreditou na capacidade da filha. “Sempre acreditei em cada objetivo da minha filha. Eu costumo falar que ela é capaz de tudo e sou uma das maiores incentivadoras dos projetos dela. Fico feliz em acompanhar toda a evolução dela”, relata Gisele.

  No Ceir, além da natação, os paratletas do futebol de amputados também treinam para disputa de campeonatos. Além dessas duas modalidades, o Centro oferece outras atividades desportivas como o basquete de cadeira de rodas, capoeira e dança.

  Segundo o reabilitador desportivo, Childerico Robson, os treinamentos intensificados visam à preparação dos paratletas para o Campeonato Nacional de Futebol para Amputados, a Paraolimpíada Escolar, a Paraolimpíada Estadual, além de outros campeonatos nacionais.

FONTE: www.piaui.pi.gov.br