segunda-feira, 10 de março de 2014

Capoeiristas do CEIR participaram de homenagem ao Dia das Mulheres

Por: Eduardo Marchão

Os pacientes do Centro Integrado de Reabilitação (CEIR) – que praticam capoeira – participaram, ontem (8), de uma homenagem ao Dia Internacional das Mulheres, comemorado na mesma data. A atividade aconteceu em um shopping, localizado na zona Leste da capital.

Segundo o coordenador do setor de Reabilitação Desportiva do CEIR, Childerico Robson, é a segunda vez que os capoeiristas do CEIR participam do evento. “Já podemos dizer que é tradição participarmos do intercâmbio. E esta nossa participação é muito importante, pois as nossas crianças abrilhantam ainda mais este evento”, ressalta.

Lidiane Santiago, mãe da pequena Polyana Santiago, de 3 anos, que tem deficiência auditiva e paquigiria, afirma que a filha fica ainda mais feliz em dias de apresentação da capoeira. “A capoeira do CEIR tem ajudado muito na reabilitação da minha filha e facilitou mais ainda a coordenação motora e o fortalecimento de sua musculatura”, explica.

Organizado pelo Grupo Raízes do Brasil, a quarta edição do Intercâmbio Feminino Cultural contou, também, com a participação de cerca de 120 mulheres de mais 16 grupos de capoeira de Teresina, Parnaíba, Luzilândia, além de mestres de outros estados como Amapá, Pará, Goiás, Pernambuco, Ceará e Santa Catarina.

Idealizado pelo professor Carlos Evandro, o “Morada”, e por sua esposa, a professora “Tera”, o evento surgiu da necessidade de unificar as mulheres capoeiristas, independente de grupos e escolas. “Cada ano, aumentamos o nosso número de participantes e, neste ano, em especial, conseguimos colocar o nosso intercâmbio dentro da programação do Dia Internacional da Mulher aqui no Shopping”, finaliza o professor Morada.

Atualmente, a capoeira do CEIR conta com 35 pacientes, com idade entre um ano e meio e 25 anos. A Reabilitação Desportiva do Ceir atende uma média de 150 pacientes e oferece a prática de esportes em modalidades como natação, futebol, basquete e capoeira.

FONTE: www.r2.jor.br